Como Limpar Bloqueios Inconscientes

Nossos problemas são construções nossas mas como arquiteto é o nosso inconsciente não nos parece assim.

Nossos hábitos, sentimentos, impulsos, reações e realidade são uma programação do nosso inconsciente, mas nós fomos os programadores em algum ponto do tempo de cada um desses programas. Nossas percepções, julgamentos e emoções são os zeros e uns desse sistema. Nosso sistema operacional escuta e traduz em realidade continua tudo isso o tempo todo.

Mudar nossa realidade começa por mudar a nós mesmos, mas mudar nossos impulsos, formas de pensar e sentir, pontos de vistas fixos e hábitos não é fácil porque eles são enraizados em experiências do passado, geralmente na infância e ramificados conforme outras experiências se desenrolaram após a primeira. Eles vão se solidificando por assim dizer, por conta das vezes que repetimos determinado julgamento, emoção, experiência. A experiência é sempre uma evidência de que estamos certos naquele modo de operar/pensar. Mesmo quando o evento em si é desagradável. Para o subconsciente tem sempre algo pior a espreita do que aquilo que você está reclamando que está vivendo, e o seu “drama pessoal” é na verdade como ele está te protegendo disso.

Quantas vezes você quis acordar mais cedo pra fazer seu dia render mais, ou pra incluir uma nova atividade na sua rotina diária mas acabou acordando no horário de sempre e se sentindo um fracasso depois? Quantas vezes você olhou para aquele seu amigo que acorda seis horas da manhã pra correr antes do trabalho e pensou eu queria ser assim!? Ter essa motivação? A verdade é que você não é um fracasso, apenas tem uma programação diferente e se você quiser o bastante pode muda-la. Mas se não o fizer, (do jeito especifico que quer, como acordar 6 da manhã motivado) você pode certamente eliminar o padrão de se sentir fracassado por não fazer assim. pode mudar sua percepção sobre si mesmo, suas metas e como deve alcança-las. Se você não consegue acordar as 6h bem, durma até o hr que você pode com a gratidão de poder dormir até tal horário ao invés de se recriminar, encontre outros meios de incluir na sua rotina o que você quer. Mas dizer isso é fácil e lógico, agora determinar como se sentir não depende de dizer sinta-se grato.

É preciso encontrar meios de reescrever o programa que corre abaixo da superfície. E não existe um meio, mas existem vários. Umas ferramentas funcionam melhor para umas pessoas do que pra outras, ou funcionam em area da vida, melhor do que outras, e então você pode tentar e quando não funcionar para uma coisa, passar para outra e depois voltar para aquela coisa com outra ferramenta.

PREPARAÇÃO

Abaixo tem um processo inspirado pela Christie Sheldon que você pode experimentar, fica a seu critério fazer diretamente ou gravar com sua própria voz uma meditação guiada seguindo os passos, é um um processo de autoindução, relaxando seu corpo entrando em uma frequência cerebral e cardíaca capaz de facilitar o processo de acessar o subconsciente e trabalhar com ele.

Você também pode gravar a sessão e depois ouvir e tomar notas, como sendo o seu próprio terapeuta, porque você é. Frequentemente pessoas que praticam autoindução durante meditação não conseguem se lembrar de tudo que fizeram no final processo. Isso é bem comum, por isso você pode achar interessante gravar.

Escolha um lugar confortável, garanta que você tenha privacidade e tempo suficiente sem ser incomodado. Se escolher gravar anteriormente, prepare a gravação. Se escolher gravar a sessão prepare o gravador. Sinta-se livre para criar o ambiente que achar mais conveniente(música, aroma, luz).

PROCESSO DE ACESSO E REFRAME PASSO A PASSO

  • PASSO 1 – DEFINA UM PROBLEMA/BLOQUEIO/ tema para trabalhar.
    • Um sentimento, um bloqueio, algo que você não consegue ultrapassar, talvez algo que fique se repetindo na sua vida, um padrão.

O problema é algo consciente mas o que você precisa limpar está abaixo da superfície é o alicerce, a fundação que fica abaixo da terra sustentando a construção do seu problema.


  • PASSO 2 – AUTOINDUÇÃO & CONEXÃO
    • Entre em meditação e se conecte – Um estado de relaxamento físico e mental, um estado de conexão com a luz, com o universo em todas as direções.

Feche os olhos, relaxe e respire de vagar. Visualize energia vindo de cima (do universo/fonte) e de baixo (do centro da terra) e entrando no seu corpo. Preenchido de energia, visualize expandido essa luz de você para o mundo, comece aos poucos, expanda até o ambiente que está, até o bairro, cidade, estado, país, planeta… Assim você esta recebendo e enviando energia simultaneamente. Neste estado você esta pronto para o próximo passo acessar as informações pertinentes a solução do seu bloqueio.

Sendo possível grave sua sessão, você pode achar interessante o que é capaz de lembrar durante o processo e como isso está interconectado ao que você tem manifestado, ao que não consegue fazer ou parar de fazer. E essa conexão muitas vezes você só consegue fazer depois ao escutar o áudio, e então o processo começa a fazer mais sentido, e você se torna especialista de si mesmo, se tornando cada vez mais fácil encontrar a raiz dos seus padrões e bloqueios.


  • PASSO 4- FAÇA PERGUNTAS:

Pra esse processo você vai dizer a primeira coisa que vier a mente logo após a pergunta. NÃO É PARA TENTAR LEMBRAR NADA. Apenas trabalhe com o que vier naturalmente, com o que você sente e com o que você acha que parece ser a resposta.

  • EU ESTOU SENTINDO ISSO____ COM QUANTOS ANOS EU SENTI ISSO PELA PRIMEIRA VEZ? (leve o sentimento/frustação para esse centro e pergunte)
    • Você pode focar no tema e começar a fazer perguntas para se conectar com a emoção.
      • EX: Seu problema é querer/precisar perder peso, ou para de comer um certo tipo de alimento, mas não consegue.
    • Você poderia se perguntar: Qual idade eu senti/ entendi que eu precisava comer esse tanto? quando eu entende que era bom e seguro pra mim comer esse tanto ou esse tipo de comida? Quando eu entendi que era seguro pra mim estar sempre acima do peso? Quando eu entendi que isso me protegeria e me manteria seguro?
  • QUEM ESTAVA ENVOLVIDO?
    • DE QUEM EU ESTOU REPLICANDO ISSO ? De quem copiei/modelei isso? ou quem eu estou corrigindo com isso? Meu pai? minha mãe? meus avós? eu mesmo?
    • De modo geral na infância aprendemos observando e nos definimos como julgamos o que observamos. Então você pode estar modelando alguém ou fazendo o extremo oposto daquela pessoa, caso você tenha julgado ela errada, ou tenha sentido alguma dor a partir de um modo de ser dela.
  • QUAIS SENTIMENTOS e/ou JULGAMENTOS ESTÃO LINKADOS A ISTO?
    • Neste momento pode ser que você tenha se lembrado de um determinado evento do passado, assim observe todos os sentimentos do seu eu de X anos (a idade que veio na pergunta 1) mesmo que isso não tenha acontecido e você não lembre de um evento especifico apenas se concentre em você com aquela idade, (imagine, ok eu tenho 8 anos como eu me sinto sobre isso)
    • Pode ser medo, carência, vazio etc…apenas reconheça esse pacote de informações psicoemocionais porque podem ser várias emoções.
  • ONDE ESSA ENERGIA ESTÁ CONDENSADA NO MEU CORPO E/OU EM TORNO?
    • Sinta ou visualize onde isso parece que está, em qual parte do seu corpo?
    • APENAS DIGA O QUE VOCÊ ACHA. A PRIMEIRA COISA QUE VIER NA SUA MENTE, e trabalhe com isso como sendo verdadeiro. Quanto mais vezes fizer esse processo, mais confiança em sua capacidade de ver/sentir/reconhecer você desenvolve e fica mais fácil.

  • PASSO 5LIMPEZA
    • VISUALIZE A LUZ ENTRANDO NESSA PARTE DO CORPO E DESINTEGRANDO AQUELE BLOCO.
    • Diga eu limpo e transmuto através de todos os tempos, dimensões, espaço e realidade.
    • Se você tem outros comandos de limpeza que já utiliza pode tentar com eles também, como o do Access Consciousness.

  • PASSO 6 – SE ABRINDO PARA RECEBER NOVAS POSSIBILIDADES E PARA NOVAS FORMAS DE SER
    • SE ABRA PARA A MUDANÇA DE PADRÃO COM NOVAS PERGUNTAS
    • O QUE ME LEVARIA A …

Exemplo: O que me levaria a pesar… ? O que me levaria a comer apenas o suficiente? O que me levaria a gostar de alimentos saudáveis? O que me levaria a ser mais saudável? A me sentir seguro e a salvo comendo apenas essa quantidade que meu médico definiu? A me sentir protegido e seguro fazendo isso(…) que eu preciso fazer?

O que me levaria a praticar esse exercício até eu ficar tão bom nele que eu faria em qualquer lugar, sobre qualquer circunstância, sempre que eu precisar? O que me levaria a encontrar a ferramenta/técnica mais adequada pra acessar o potencial da minha mente? mudar o como sinto sobre? Enfim…


Para aqueles que escolheram gravar a sessão, o último passo é escutá-la, anotar os pontos chaves e ver como eles se relacionam com os bloqueios no presente que escolheu tratar. Isso vai ajudar a treinar o seu ouvido e a sua mente para perceber essas conexões intuitivamente. Quando você tiver um novo problema e já estiver treinado nessa leitura as chances são de você já começar a perceber o que está abaixo da superfície, com você e com os outros. E compreendendo isso se torna mais fácil prestar atenção nas informações que você está oferecendo dia a dia ao seu sistema. Uma vez que se entende como isso vai ser registrado é mais fácil alterar a percepção imediatamente no presente para não programar mais do que não deseja. Agora isso não é obrigatório, você pode tranquilamente fazer a limpeza sem analisar a causa raiz. Mas alguma pessoas gostam de compreender como essa manifestação se dá.

Tente e nos conte qual foi a sua experiência!


O Efeito da Crença: Como a mente consegue ser mais forte que a programação genética?

Eu ouvi sobre o efeito placebo conforme crescia, e mesmo criança sempre ficava intrigada como aquelas pessoas tinham os mesmos resultados daquelas que estavam realmente tomando a “droga” só por que acreditavam que estavam. Ouvi também sobre hipnose, mas a via na TV como uma forma de entretenimento, nunca tive certeza se era verdade ou apenas ilusão como o resto do show. Foi mais tarde que eu soube que a hipnose era usada como uma forma real de terapia em consultórios espalhados pelo mundo.

Nunca havia me perguntado o que era feito antigamente quando era preciso tratar alguém com um ferimento grave sem a existência da anestesia. Chega a ser engraçado como algo com raízes tão antigas se torna tão desacreditado. Uma ferramenta tão capaz se torna inutilizada ou desprezada por razão de críticas de uma indústria que nos educou para acreditar que os remédios são a nossa única ou melhor solução.

No livro A biologia da crença, o autor Bruce Lipton descreve resumidamente uma história um tanto intrigante sobre um médico inglês chamado Albert Mason que curou por meio da hipnose, um caso incurável.

Mason era anestesista e já havia usado a hipnose em cerca de 20 partos sem anestesia com sucesso, entre outros tratamentos. Um dia ele estava prestes a dar um anestésico a um menino de 15 anos e teve dificuldade em achar um lugar para colocar a agulha, pois o braço do menino estava coberto de verrugas pretas. Então após anestesiá-lo, e conduzi-lo ao cirurgião plástico Dr. Moore, ele disse: “Por que você não trata este caso com hipnose?” E ele olhou para Mason e disse: “Bem, por que você não o faz?”

O cirurgião ia enxertar a pele do peito saudável para as mãos, mas como já havia tentado uma vez e falhado, ao ver que a primeira tentativa só havia piorado o aspecto da pele decidiu não fazer mais nenhuma cirurgia no paciente.

Mason decidiu tratar o rapaz e o hipnotizou dizendo que as verrugas cairiam de seu braço direito, deixando a pele suave e normal. Mandou-o embora e pediu-lhe para voltar em uma semana.

Quando o adolescente retornou seu braço estava limpo. Mason satisfeito, o levou ao cirurgião para mostrar que as verrugas haviam sumido através da hipnose como havia sugerido. Grande foi a sua surpresa ao ouvir que não eram verrugas, mas eritrodermia ictiosi forme congênita de Brocq. Uma doença genética incurável.

O paciente teve tratado o restante do corpo com um sucesso de 70%, o caso foi documentado e publicado no British Medical Journal em 1952 tornando Mason mundialmente famoso, e sua sala de espera lotada de pacientes de ictiose que ninguém conseguia curar.

No entanto, Mason tentou o mesmo método em diversos pacientes, sem jamais conseguir obter o mesmo resultado. Concluiu por fim que o problema estava nele mesmo e em suas crenças sobre o tratamento. Agora ele sabia que estava tratando casos genéticos e incuráveis, não apenas verrugas.

“Eu agora sabia que era incurável. De antemão, pensei que fossem verrugas. Eu tinha a convicção de que posso curar verrugas. Depois daquele primeiro caso eu estava atuando. Eu sabia que não tinha o direito de ficar bem ”.

Mais tarde comparou o acontecimento e a hipnose a um folie à deux, um estado em que uma pessoa pode transmitir a outra uma fantasia, um estado delirante, e eles captam, por assim dizer.

Como a mente consegue ser mais forte que a programação genética? Como a crença de Mason pôde afetar o resultado do tratamento?

A mente do paciente curou seu próprio corpo através da hipnose, internalizando as palavras que ouvia, mas a mente do médico afetou determinantemente esse resultado.

Quando Mason deixou de acreditar que podia curar os outros pacientes por que sabia da gravidade e “incurabilidade” da doença, o tratamento parou de ter resultados. A hipnose deixou de ser eficiente por que o hipnotizador não tinha fé o bastante na cura ou em si mesmo. A crença havia sido afetada . Isso quer dizer que a ferramenta depende da convicção do operador, que ela afeta seu trabalho e resultados. Mas também afeta a mente alheia. Pois existe uma co-dependência dos resultados, uma consciência compartilhada.

Quando os dois campos magnéticos se relacionam para um objetivo, ambos precisam acreditar para atingir a meta. De alguma forma essa combinação de duas pessoas querendo produzir algo poderia realmente mudar as coisas físicas.

É meu entendimento que esses campos conversam entre si através de um processo inconsciente trocando informações. Então eu me pergunto o quanto afetamos uns aos outros dessa maneira ?

Se um médico senta com um paciente e lhe diz que vai cura-lo, mas não acredita nisso. Se sua autoestima está abalada e não se sente capaz. Se ele oferece tratamentos em que não acredita. Quanto isso afeta o resultado do paciente?

Quando alguém mente, quanto de nós sabe a verdade?

Quando os pais educam seus filhos eles literalmente estarão passando suas crenças para eles, e os moldando através delas não apenas através do que eles fazem ou dizem mas de como se sentem em relação aos seus filhos do que acreditam que eles podem ou não ser. Assim como seus medos de quem eles possam se tornar ou fazer.

Quando crianças e adolescentes se tornam revoltados o que eles estão espelhando ? É o medo dos pais de que eles fossem exatamente o que julgavam nos filhos dos outros ? Ou é uma revolta interior de um ser que não quer assumir essas crenças ou expectativas que estão sendo derramadas sobre eles inconscientemente?

Nossas crenças particulares influenciam nossa saúde, nossa biologia, nosso desempenho e de alguma forma forma a resposta das pessoas ao nosso redor. Temos que ser positivamente muito mais fortes em nossas mentes para não sermos afetados pelas crenças alheias.

Gabby @Interconexão

_________________________________________________________________________________________

Os 12 Arquétipos Principais divididos entre o Ego a Alma e o Eu

O termo “arquétipo” tem suas origens na Grécia antiga, as palavras raiz são archein que significa “original ou velho” e typos que significa “padrão, modelo ou tipo”, o significado combinado é “padrão original” do qual todas as outras pessoas similares, objetos ou conceitos são derivados, copiados, modelados, ou emulados.

O psicólogo Carl Gustav Jung usou o conceito de arquétipo em sua teoria da psique humana, ele acreditava que arquétipos de míticos personagens universais residiam no interior do inconsciente coletivo das pessoas em todo o mundo, arquétipos representam motivos humanos fundamentais de nossa experiência como nós evoluímos consequentemente eles evocam emoções profundas.

Embora existam muitos diferentes arquétipos, Jung definiu doze tipos principais que simbolizam as motivações humanas básicas, cada tipo tem seu próprio conjunto de valores, significados e traços de personalidade, além disso, os doze tipos são divididos em três grupos de quatro, ou seja, Ego, Alma e Eu, os tipos em cada conjunto compartilha uma fonte de condução comum, por exemplo, tipos dentro do conjunto Ego são levados a cumprir agendas definidas pelo ego.

A maioria se não todas as pessoas têm vários arquétipos em jogo na construção da sua personalidade, no entanto, um arquétipo tende a dominar a personalidade em geral, ele pode ser útil para saber quais arquétipos estão em jogo em si e nos outros, especialmente nos entes queridos, amigos e colegas de trabalho a fim de obter uma visão pessoal sobre comportamentos e motivações.

Os Tipos De Ego

1. O Inocente

Lema: Livre para ser você e eu

Desejo principal: Chegar ao paraíso

Objetivo: ser feliz

Maior medo: Ser punido por ter feito algo de ruim ou errado

Estratégia: Fazer as coisas certas

Fraqueza: Chato por toda a sua inocência ingênua

Talento: Fé e otimismo

O Inocente também é conhecido como: utópico, tradicionalista, ingênuo, místico, santo, romântico, sonhador.

2. O Cara Comum, o Órfão

Lema: Todos os homens e mulheres são iguais

Desejo central: Ligação com os outros

Objetivo: Fazer parte

Maior medo: Ficar de fora ou se destacar da multidão

Estratégia: Desenvolver sólidas virtudes comuns, seja para a Terra ou o contato comum

Fraqueza: Perder o próprio Eu em um esforço para se misturar ou por uma questão de relações superficiais

Talento: O realismo, a empatia, a falta de pretensão

A pessoa normal também é conhecida como: O bom menino velho, o homem comum, a pessoa da porta ao lado, o realista, o cidadão sólido, o trabalhador rígido, o bom vizinho, a maioria silenciosa.

3. O Herói

Lema: Onde há uma vontade, há um caminho

Desejo central: Provar o valor para alguém através de atos corajosos

Objetivo: Especialista em domínio de um modo que melhore o mundo

Maior medo: Fraqueza, vulnerabilidade, ser um “covarde”

Estratégia: Ser tão forte e competente quanto possível

Fraqueza: Arrogância, sempre precisando de mais uma batalha para lutar

Talento: Competência e coragem

O herói também é conhecido como: O guerreiro, o salvador, o super-herói, o soldado, o matador de dragão, o vencedor e o jogador da equipe.

4. O Cuidador

Lema: Ame o seu próximo como a si mesmo

Desejo central: Proteger e cuidar dos outros

Objetivo: Ajudar os outros

Maior medo: Egoísmo e ingratidão

Estratégia: Fazer coisas para os outros

Fraqueza: Martírio e ser explorado

Talento: Compaixão e generosidade

O cuidador também é conhecido como: O santo, o altruísta, o pai, o ajudante, o torcedor.

Os Tipos de Alma

5. O Explorador

Lema: Não me cerque

Desejo central: A liberdade de descobrir quem é através da exploração do mundo

Objetivo: A experiência de um mundo melhor, mais autêntico, mais gratificante na vida

Maior medo: Ficar preso, conformidade e vazio interior

Estratégia: Viajar, procurar e experimentar coisas novas, fugir do tédio

Fraqueza: Perambular sem destino tornando-se um desajustado

Talento: Autonomia, ambição, ser fiel a sua alma

O explorador também é conhecido como: O candidato, o iconoclasta, o andarilho, o individualista, o peregrino.

6. O Rebelde

Lema: As regras são feitas para serem quebradas

Desejo central: Vingança ou revolução

Objetivo: Derrubar o que não está funcionando

Maior medo: Ser impotente ou ineficaz

Estratégia: Interromper, destruir ou chocar

Fraqueza: Cruzar para o lado negro do crime

Talento: Ousadia, liberdade radical

O rebelde também é conhecido como: O ilegal, o revolucionário, o homem selvagem, o desajustado, o iconoclasta.

7 O Amante

Lema: Você é único

Desejo central: Intimidade e experiência

Objetivo: Estar em um relacionamento com as pessoas no trabalho e no ambiente que eles amam

Maior medo: Ficar sozinho, ser um invisível, se indesejado, ser mal amado

Estratégia: Tornar-se cada vez mais atraente fisicamente e emocionalmente

Fraqueza: Com o desejo de agradar aos outros corre o risco de perder sua identidade externa

Talento: Paixão, gratidão, valorização e compromisso

O amante também é conhecido como: O parceiro, o amigo íntimo, o entusiasta, o sensualista, o cônjuge, o construtor de equipe.

8. O Criador

Lema: Se você pode imaginar algo, isso pode ser feito

Desejo central: Criar coisas de valor duradouro

Objetivo: Realizar uma visão

Maior medo: A visão ou a execução medíocre

Estratégia: Desenvolver a habilidade e o controle artístico

Tarefa: Criar cultura, expressar a própria visão

Fraqueza: Perfeccionismo, soluções ruins

Talento: Criatividade e imaginação

O Criador também é conhecido como: O artista, o inventor, o inovador, o músico, o escritor, o sonhador.

Os Tipos do Eu

9. O Tolo

Lema: Só se vive uma vez

Desejo central: Viver para o momento com pleno gozo

Objetivo: Ter um grande momento e iluminar o mundo

Maior medo: Se aborrecer ou chatear os outros

Estratégia: Jogar, fazer piadas, ser engraçado

Fraqueza: Frivolidade, desperdício de tempo

Talento: Alegria

O tolo também é conhecido como: O bobo da corte, o malandro, o palhaço, o brincalhão, o comediante.

10. O Sábio

Lema: A verdade vos libertará

Desejo central: Encontrar a verdade

Objetivo: Usar a inteligência e a análise para compreender o mundo

Maior medo: Ser enganado, iludido, ou ser ignorante

Estratégia: Buscar informação e conhecimento, auto reflexão e compreensão dos processos de pensamento

Fraqueza: Pode estudar detalhes para sempre e nunca agir

Talento: Sabedoria, inteligência

O Sábio também é conhecido como: O perito, o erudito, o detetive, o conselheiro, o pensador, o filósofo, o acadêmico, o pesquisador, o pensador, o planejador, o profissional, o mentor, o professor, o contemplador.

11. O mágico

Lema: Eu faço as coisas acontecerem.

Desejo central: Compreensão das leis fundamentais do universo

Objetivo: Realizar sonhos

Maior medo: Consequências negativas não intencionais

Estratégia: Desenvolver uma visão e viver por ela

Fraqueza: Se tornar manipulador

Talento: Encontrar soluções ganha-ganha

O mágico também é conhecido como: O visionário, o catalisador, o inventor, o líder carismático, o xamã, o curandeiro, o feiticeiro.

12. O Governante

Lema: O poder não é qualquer coisa, é a única coisa

Desejo central: Controle e poder

Objetivo: Criar uma família ou uma comunidade bem sucedida e próspera

Estratégia: Exercer o poder

Maior medo: O caos, ser destituído

Fraqueza: Ser autoritário, incapaz de delegar

Talento: Responsabilidade, liderança

O Governante é também conhecido como: O chefe, o líder, o ditador, o aristocrata, o rei, a rainha, o político, o gerente, o administrador.

As quatro Orientações cardeais

As quatro orientações cardeais definem quatro grupos, com cada grupo contendo três tipos (como a roda de arquétipos acima ilustra), cada grupo é motivado por seu respectivo foco orientador: satisfação do ego, liberdade, socialidade e ordem, esta é uma variação nos grupos dos três tipos anteriormente mencionados, no entanto, todos os tipos dentro do Ego, Alma e Eu compartilham da mesma fonte de condução, os tipos que compõem a orientação dos quatro grupos têm diferentes unidades de origem, mas a mesma orientação de motivação, por exemplo, o cuidador é impulsionado pela necessidade de cumprir agendas do ego através do atendimento das necessidades dos outros que é uma orientação social, considerando que o herói também é impulsionado pela necessidade de cumprir agendas do ego o faz através de ação corajosa que comprova a autoestima, compreender os agrupamentos ajudará na compreensão da dinâmica de motivação e autopercepção de cada tipo.

Carl Golden

@Interconexão

À medida que eu me desperto, desperto você. Eu te desejo paz sobre todas as coisas. O Kali Maluhia no me oe.


Aprenda Habilidades Ocultas Utilizando o Poder dos Arquétipos e dos Mitos
e Descubra o seu Propósito de Vida

Desenvolva seu Guerreiro,
Mestre, Amante, Criador…

Crenças

Quando você mantém pensamentos positivos e libera qualquer coisa que seja menos do que desejável, você está assumindo o comando de sua vida. Deixar ir estes pensamentos indesejados remove os bloqueios que você, muitas vezes, coloca em seu próprio caminho. Mantenha pensamentos positivos e recupere o seu poder.

Se você se encontrar em um ciclo de pensamentos , comportamentos e sentimentos negativos, você pode transformar isto. Não importa onde começou ou quem iniciou. Libere-o e o transforme no ponto de impulso para criar algo mais positivo.

E assim é

Você é amado e apoiado sempre, os anjos

Thanks , Mahalo, Merci, Gracias, Vielen Dank, Grazie, Спасибо, Obrigado, 谢谢, Dank, 謝謝, Chokran, Děkuji
Copyright universal © 2018 de Sharon Taphorn Todos os direitos reservados.
Tradução interconexão
Por favor, compartilhe artigos, desde que as informações de direitos autorais e de contato sejam sempre incluídas a mensagem seja completa e o crédito seja concedido .