5 Conselhos Para Eliminar a Mágoa

1 – PASSE A OLHAR O SEU PASSADO COMO UMA OPORTUNIDADE DE APRENDIZADO: Ao invés de acreditar que aconteceram coisas erradas com você no passado, passe a enxergar essas situações como oportunidades de crescimento. Uma dica é utilizar a frase: “Ou eu consigo ou eu aprendo”.

2 – OLHE PARA AS PESSOAS COM COMPAIXÃO: Costumamos ser condenadores vorazes das atitudes alheias e até das nossas. Cobramos atitudes perfeitas e esquecemos que todos tem seus limites. Uma maneira de trabalhar esse “julgador interno” é a compaixão. Comece a olhar as pessoas lembrando que todos tem os seus limites e que todo equívoco nada mais é do que o limite de cada um.


3 – APRENDA A SOLTAR: Nossa mente tem o poder de prender ou de soltar. Tudo que você fixa o seu pensamento você prende no seu emocional. Se as lembranças do passado ainda lhe causam dor, tente assumir o ponto de vista dos dois conselhos anteriores, e se ainda tiver dificuldades pense nas oportunidades que você quer criar em sua vida.

4- NÃO ALIMENTE A VÍTIMA: Todos já nos consideramos injustiçados em algum momento. Porém focar nesse personagem não vai resolver nossos desafios, apenas nos aprisionar como reféns do nosso passado. Sempre lembre que independente do que lhe aconteceu, não é seu passado que determina sua vida é a sua atitude no hoje que molda os seus caminhos. Você não é o refém, é o protagonista!


5 – PRATIQUE A POSITIVIDADE E A GRATIDÃO: Ser positivo não é ser ingênuo, é ser prático e ver o melhor de cada situação. Filtre o que você quer levar com você de suas experiências e seja grato por tudo que viveu. Há situações que são desagradáveis, porém mesmo elas nos são importantes. Seja grato por quem você se tornou e saiba que muitas situações melhores virão.
Marque alguém que sente a necessidade de eliminar suas mágoas.

Alexandro Gruber

A Doença Como Linguagem da Alma

O titulo A Doença como Caminho levou a alguns mal-entendidos. Ele deve ser encarado de maneira absolutamente literal e sem qualquer atributo de valor. A doença é um caminho que pode ser percorrido, nem bom nem mau em si mesmo. O que fazer a respeito depende única e exclusivamente do afetado. Eu vivenciei com uma série de pacientes como eles percorreram
conscientemente esse caminho e puderam constatar retrospectivamente que “seu excesso de peso”, “seu infarto do miocárdio” ou até mesmo “seu câncer” transformaram-se em uma grande oportunidade. Hoje é preciso assumir que foi seu infarto do miocárdio que levou santa Teresa de Ávila a percorrer o caminho que percorreu. Sabemos quão intimamente as visões de Hildegard von Bingen estavam ligadas à sua enxaqueca. Estas duas mulheres extraordinárias evidentemente receberam as mensagens transmitidas por seus sintomas e transformaram suas vidas de maneira exemplar. É isso exatamente o que exige A Doença como Caminho: aprender e crescer a
partir dos próprios sintomas.
Utilizar mal esse conceito e a filosofia que subjaz a ele é um grande mal entendido. O esoterismo não tem nada a ver com a atribuição de culpa, tratando-se, tal como esta explicitado extensamente no primeiro volume, de que cada pessoa é fundamentalmente culpada por ter se separado da unidade. Ser culpado não é uma questão de pequenas ou grandes faltas cometidas na vida cotidiana, mas de algo fundamental. A culpa humana primordial reside no abandono da unidade paradisíaca. A vida neste mundo
de opostos é necessariamente cheia de faltas e serve para que se reencontre o caminho de volta à unidade. Cada falta e cada sintoma significam elementos que faltam para a perfeição, transformando-se em oportunidades de desenvolvimento.


Distorcer o significado da doença para avaliar outras pessoas é um mal entendido sob vários pontos de vista. Ele não pode servir para a atribuição de culpa, já que a culpa primordial foi distribuída há muito e não precisa de nenhuma colaboração humana. Da mesma forma, poderíamos congratular os afetados por suas doenças devido às possibilidades de desenvolvimento e aprendizado nelas contidas. Os assim chamados “primitivos” estão bastante
mais avançados que nós nesse sentido, já que consideram os sintomas da doença como golpes do destino em suas vidas, e os aceitam de bom grado como provas. Em muitas tribos, o candidato a xamã sofre sua doença de iniciação, único meio que pode introduzi-lo em novos campos de experiência. Às vezes esse pensamento é seguido de maneira tão consequente que um
curandeiro somente pode tratar aqueles sintomas que ele mesmo padeceu de corpo e alma. Essa postura é forçosa caso se entenda o curandeiro como sendo um guia de almas pelos mundos interiores, já que, afinal, um guia de viagens deveria conhecer de antemão o país através do qual guia os outros. Entre nós existem somente traços dessa maneira de pensar. Assim, em alemão se reconhece a “cura enviada” (geschickte Heil, do latim salus = Heil) na palavra destino (Schicksal). Dever-se-ia pensar também nas provas de medicamentos dos homeopatas. Nesse caso, o médico penetra de livre e espontânea vontade no âmbito de experiências da doença para reconhecer o
padrão de seu medicamento, ou meio de cura. E finalmente esperamos com razão que um psicoterapeuta tenha viajado extensamente pelos países anímicos próprios e coletivos e que saiba aonde está acompanhando seu paciente. Acusar o fato fundamental e que nos une a todos, o estar doente de uma pessoa, uma difícil época de aprendizado com as correspondentes oportunidades de crescimento, não leva a lugar algum. Isso, pelo menos, não tem nada a ver com “a doença como caminho”, e sim com o desejo de atormentar alguém.
Quem transforma seu dedo indicador em arma e, “interpretando” seus sintomas, incrimina outras pessoas ou culpa a si mesmo em relação a isso, dá a entender além do mais que compreendeu mal todo o principio. O mau uso da interpretação como incriminação, segundo o lema “você está com prisão de ventre porque é um tremendo de um avarento!”, implica no desconhecimento do caráter de sombra que existe em cada sintoma de uma doença. Por definição, sombra é o que é inconsciente para o afetado. Por isso mesmo, a pessoa incriminada dessa maneira não poderá de modo algum aceitar a interpretação. Se ela soubesse que é avarenta, não haveria a menor razão para que tivesse prisão de ventre. A sombra não assume o ataque. Ao contrário, é preciso proceder com extrema cautela neste que é o tema mais difícil de nossa existência. O afetado precisa de toda a sua energia e de muito espaço em termos de ambiente para, de pequeno passo em pequeno passo, descobrir sua relação com o tema expresso no sintoma da doença. Para isso a valoração é tão prejudicial quanto a interpretação é significativa.
Quem culpa a si mesmo dessa maneira deixa igualmente de reconhecer as oportunidades de crescimento da doença. Ver o plano da alma através do sintoma não muda nada nem devido à culpa fundamental nem devido aos fatos concretos do problema em questão. Isso tampouco faz com que uma pessoa se tome melhor ou pior; ela se toma única e exclusivamente mais
sábia e com mais consciência de responsabilidade. Caso se ignore esse conhecimento e a responsabilidade nele implícita, pouco muda, tudo continua como antes. Caso contrário, se assume a responsabilidade pelo próprio destino, a doença transforma-se em oportunidade e possibilita responder às indicações do próprio padrão.
O procedimento para isso não é de forma alguma difícil. Qualquer um pode indicar na superfície do corpo, ou seja, colocar o dedo sobre o lugar que lhe causa incômodos. O objetivo deste livro é relacionar essa experiência com o plano anímico. Apontar com o dedo corpóreo era tão óbvio antes quanto o é agora. Trata-se de colocar o dedo na ferida em sentido figurado. Isso exige coragem, mas nem tanta assim, pois a ferida já está lá. Ela não surge no momento em que se coloca o dedo sobre ela, somente se torna mais consciente. Através desse passo corajoso obtém-se, a longo prazo, a possibilidade de curar-se.

Trecho do livro A Doença como a Linguagem da Alma

Sessão de Limpeza Akáshica Gratuita para a Prosperidade

Quando você muda uma crença arraigada, aprende uma lição de vida, domina um desafio ou cresce e evolui na consciência, você está essencialmente mudando todas as outras versões de “você” também. Este conhecimento é então registrado nos Registros Akáshicos para todos os outros para, então, acessarem subconscientemente, para que também possam se beneficiar se assim desejarem.

Os registros estão em toda parte porque esses registros estão codificados em cada uma de suas células, cada fio de DNA de cada ser e, no entanto, não é físico. Não é um lugar, mas um estado de espírito ou realidade vibracional. Todos os seres têm acesso a esses registros, não há exceções. Tudo o que se interpõe entre você e o acesso a esses registros conscientemente é a sua vibração, ressonância e frequência.

As sessões a seguir são sessões de limpeza em grupo da terapeuta Patricia Missakian, você pode conhecer os cursos/terapias oferecidos por ela logo abaixo e experimentar uma das sessões gratuitas

Limpeza Akáshica Com Foco em Prosperidade

Essa sessão abre espaço par ver ao que a vida está te convidando, qual é o próximo passo. Limpa energia de medo de rejeição consciente ou inconsciente, medo de aparecer, de compartilhar com o mundo os seus dons, autosabotagem, memórias de rejeição e abandono, bloqueios no relacionamento com dinheiro, resistência de fazer o que precisa fazer, vergonha de pedir (“se vender” no sentindo de oferecer o seu serviço) limpa bloqueios em receber, ressentimento, culpa e vergonha em relação ao dinheiro, limpando contratos. Harmoniza a energia de dar e receber. Desperta senso de valor

Sessão De Limpeza Akáshica Cura individual e planetária:

Essa sessão limpa a energia de hesitação, o medo, acordos do passado de não acessar a intuição e/ou de duvidar dela, ressentimento, dúvidas, culpa consciente ou inconsciente, a procrastinação e as suas “desculpas”, a insegurança e o medo de oferecer os seus serviços. Limpa memórias de julgamento. Limpa os bloqueios que você está pronto para liberar. Desperta a paz interior e a energia de possibilidades.

Aprofunde Sua relação com os Registros Akáshicos :

Acesse os seus Registros Akáshicos

Self Healing

  Você experimentará técnicas para se tornar adepto não apenas de ouvir seu corpo, mas de finalmente liberar crenças, bloqueios e emoções que estão presas em seu corpo.

Confiar e Fluir

A maioria das pessoas não decifrou o código para manifestação porque
estão vindo de um lugar de falta. Nesta experiência, criaremos espaço para o SER, que elevará sua vibração para se alinhar com as de seus desejos

Sagrado Feminino: Consagração do Ventre

A Consagração do Ventre de Luz © é um processo de Despertar, Autocura e Transformação do Feminino.

São feitas limpezas e purificações de agressões, abusos, traumas, violência, doenças, desordens, crenças e limitações que impedem a mulher de ter uma vida plena, criativa, feliz, próspera e prazerosa.

E a cada Sintonização, a gente vai limpando, purificando e energizando a mulher em todo o seu ser. Assim ela se sente curada, amada, valorizada, aceita, acolhida, protegida, criativa, feminina e sensual.

Toda dor física é uma dor emocional. E por isso os problemas sexuais e ginecológicos têm uma relação emocional-energético e um tratamento corporal, energético e vibracional também. Seu corpo sofre através de TPM, cólicas menstruais, endometriose, cistos, nódulos, miomas, infertilidade, incontinência urinária, vaginismo, Baixa libido, falta de lubrificação, prazer sexual, orgasmos…

O momento de reconhecer a importância da Saúde Sexual e a Sexualidade Sagrada chegou. Se limpe, se cure e se liberte de tudo o que te impede de ter uma vida plena, saudável, prazerosa e feliz. Afinal, libido é ENERGIA VITAL. Se libido/energia sexual é energia de vida, a pessoa que não exerce sua sexualidade está numa “poça de lama” de energia vital estagnada, se adoecendo. Reveja suas crenças limitantes.

Acorde para a vida. Descubra seu clitóris. Desperte a criatividade de seu útero, de seu Ventre de Luz. É com isso que a Ginecologia Quântica®️ trabalha: Saúde Genital e Sexualidade Saudável. Despertar para AutoCura Corporal e Sexual através de Terapias Corporais-Vibracionais.

Sintonização Energética On-line a cada Lua Cheia. Faça a sua Aqui

Recursos para Mulheres trabalharem o Sagrado Feminino

Você deseja viver plenamente como a mulher apaixonada, espiritual, poderosa, amorosa, criativa e sensual que você sabe que realmente é?

Mulheres de Lua: Mandala Lunar Menstrual

Quando nos conectamos com nossa própria natureza cíclica e a celebramos como uma fonte de poder, temos a oportunidade de aprofundar a fonte de nossa sabedoria interior. 

O segredo do bem-estar, sucesso e realização das mulheres é o ciclo menstrual!

 Culturas nativas em todo o mundo homenagearam mulheres jovens com cerimônias para celebrar a menarca, o primeiro período menstrual. Nos tempos antigos, o sangue menstrual figurava de forma poderosa nos mitos da criação e na cosmologia. Os estudiosos estão começando a reconhecer que a Deusa estava viva na imaginação pré-histórica e que suas imagens representavam um compromisso humano com a “fertilidade” e a “natureza” (Noble, 1983). 

Os nativos americanos se referem à menstruação como a hora da lua. Tradicionalmente, as mulheres sangrando iam para uma cabana lunar para descansar e meditar, onde sua atenção poderia estar em outro lugar – nos planos espirituais oníricos, reunindo sabedoria. Nossa visão da lua muda diariamente à medida que ela passa por quatro fases.

Também somos criaturas de flutuação e vivenciamos um ciclo biológico mensal com quatro fases: menstrual, folicular, fértil e lútea – cada uma com sua própria mistura de elementos hormonais, físicos e energéticos. 

“estar em fluxo é a natureza do feminino, e esse é o modo de vida lunar. Você deve se dar permissão para mudar constantemente, cada sono é uma espécie de trabalho de parto repousante ao luar, durante o qual você dá à luz uma nova versão de si mesmo assim que o sol nasce. ” –Danielle Dulsky

Ser mulher é ser cíclica e menstruar é sagrado. Crescemos sem nunca aprender muito sobre isso, sobre menstruação, exceto quando nos dizem que podemos engravidar depois que ela aparece pela primeira vez e devemos usar absorventes quando sangramos, o que acontecerá todo mês. 

Nossa perspectiva social dominante considera a menstruação como uma necessidade biológica inconveniente, cujas evidências devem ser escondidas e encobertas, de preferência indetectáveis. No meio do desenvolvimento de nossa autoestima como mulheres através dos olhos de uma cultura patriarcal, inevitavelmente perdemos o poder e a sabedoria inerentes a nossos corpos femininos.  Não somos ensinadas a “ler” ou compreender nosso próprio corpo. Pelo contrário, somos ensinadas a nos envergonhar, esconder e aceitar vários meios artificiais para “gerenciar” nossos corpos. Enquanto mulheres sentem vergonha de estarem menstruadas, homens são ensinados a ter nojo também, a colocar tudo na conta da TPM ao invés de respeitar a mulher de cada fase. A Mulher é tida pelo homem como difícil de entender, mas não seria fácil se apenas observassem o desenrolar de cada fase? Cada fase do ciclo afeta como pensamos, agimos e reagimos, como sentimos e para que estamos disponíveis. Não podemos pedir isso dos os outros quando nós mesmas não o sabemos.

“Quando combinamos uma tarefa com as habilidades aprimoradas que experimentamos em uma fase, não apenas podemos fazer as coisas melhor e mais rápido – também nos sentimos bem! Nosso ciclo menstrual é um instrumento incrível para criar conquistas E felicidade.” Miranda Grey

MENSTRUAÇÃO

 O primeiro dia em que você vê sangue vermelho é considerado o Dia 1. Você começa a liberar o revestimento do útero, que se tornou espesso e esponjoso durante as últimas semanas. Os níveis hormonais caem e os níveis de energia podem fazer o mesmo. Para muitos de nós, este é um momento de grande alívio após a tensão interna que se acumula durante o pré-menstruação.

Dê a si mesma um consentimento amoroso para liberar as camadas acumuladas durante o mês, não apenas as camadas uterinas físicas, mas também os detritos psíquicos e a desordem emocional. A lua está escura e também “nova”, assim como esta fase de “fim-começo”. Não é necessário que o seu ciclo sincronize literalmente com a lua real – se você sangrar com a lua nova Estou me referindo ao seu próprio ciclo único, sua lua, sua estação; seu corpo é um microcosmo da terra! .

A menstruação está associada ao tempo de inverno, marcado pelas energias do retraimento, um momento para ouvir o seu eu interior e o seu corpo. O arquétipo da Anciã reivindica essa fase. As barreiras entre a mente consciente e subconsciente são reduzidas, permitindo que você abra sua consciência e interaja com a consciência de seu corpo. Veja mais sobre os arquétipos incorporados no ciclo menstrual aqui.

FASE FOLICULAR

 O hipotálamo avisa a glândula pituitária para enviar o hormônio folículo-estimulante aos ovários. Como resultado, cerca de uma dúzia de folículos (pequenos sacos em cada ovário) começam a amadurecer e a emitir estrogênio.

Você experimenta sua primavera interior, uma explosão de energia que pode brotar novas sementes e lançar novos começos. Você pode experimentar maior determinação, ambição e concentração e ser capaz de realizar mais em seu trabalho. É um ótimo momento para iniciar novos projetos, debater ideias e conhecer novas pessoas. 

FASE FÉRTIL

 O estrogênio está subindo e sinaliza ao útero para construir um novo revestimento. O estrogênio também promove a produção de fluido cervical. O colo do útero é a abertura inferior do útero e pode ser sentido projetando-se para a parte superior da vagina. O colo do útero é revestido por canais chamados criptas. Essas criptas produzem fluido cervical – frequentemente observado durante a fase folicular com uma qualidade pegajosa que então progride para uma textura cremosa, depois fértil e escorregadia para elástica, semelhante a clara de ovo, logo antes da ovulação. 

Toni Weschler oferece uma grande visão em Assumir o controle de sua fertilidade:

“O fluido cervical é para a mulher o que o fluido seminal é para o homem. Uma vez que os homens são sempre férteis, eles produzem fluido seminal todos os dias. As mulheres, por outro lado, são férteis apenas alguns dias em torno da ovulação, e, portanto, produzir a substância necessária para a nutrição e mobilidade do esperma apenas durante esse tempo. É bastante intuitivo. Os espermatozoides requerem um meio para viver, se mover e se desenvolver – caso contrário, eles morrerão rapidamente. Uma vez que os espermatozoides viajam do pênis para a vagina, eles precisam de uma substância comparável para sustentá-los. Mas o único momento em que é crucial para o esperma sobreviver é por volta da época em que o óvulo é liberado. É por isso que as mulheres produzem a substância que se assemelha ao sêmen por apenas alguns dias por ciclo. Em última análise, o fluido cervical tem várias funções importantes. Ele fornece um meio alcalino para proteger o esperma da vagina ácida, nutre o esperma, atua como um mecanismo de filtragem e, talvez o mais importante, serve como um meio pelo qual o esperma pode se mover. ” 

Quando ela diz que o fluido cervical “nutre” o esperma, ela está se referindo ao fato de que o esperma pode viver até cinco dias em fluido cervical de qualidade fértil. Quando ela fala sobre aquela “vagina ácida,” essa leve acidez serve como uma barreira natural para infecções e irritações. Ele reprime o crescimento de bactérias ruins e estimula o crescimento de bactérias boas (que agora sabemos que são vitais para prevenir infecções). Além disso, a vagina tem a capacidade de se manter limpa, secretando fluidos naturais para eliminar as células velhas e manter um pH saudável. Você sabe como às vezes a roupa íntima fica com aquelas listras brancas ligeiramente crocantes. Isso é apenas a limpeza da vagina! Lembre-se de que isso é totalmente diferente do fluido cervical. Durante a fase fértil, os níveis de estrogênio atingem o pico e a glândula pituitária secreta o hormônio luteinizante – fazendo com que um óvulo maduro se rompa de seu folículo e do ovário. Isso é ovulação.

Algumas mulheres sentem dor pélvica com a liberação do óvulo, bem como uma onda de energia ou uma sensação de esgotamento. 

O arquétipo da mãe-criadora comanda essa fase e transmite um senso de autoconfiança e valor próprio que permite que você ofereça apoio, encorajamento e força aos outros, com a confiança de que você é capaz de dar e sustentá-lo. 

 Este é o momento de ter conversas importantes … quando suas habilidades de comunicação aprimoradas permitirão que você transmita seus pensamentos e opiniões de forma mais clara, bem como ser mais receptivo aos dos outros”.-Alissa Vitti

FASE LÚTEA

Após a ovulação, as células das paredes do folículo iniciam a produção de outro hormônio, a progesterona. Nesta altura chamamos este folículo pós-ovulatório o corpo lúteo ou corpo amarelo. O corpo lúteo permanece na superfície do ovário e produz progesterona, que torna o endométrio esponjoso (um revestimento uterino esponjoso é necessário para que a implantação-gravidez- seja bem-sucedida). A progesterona também faz com que a temperatura ao acordar fique mais quente e o fluido cervical seque. Caso não ocorra o implante, após em média 14 dias, no máximo 16 dias, o corpo lúteo se desintegra e seu revestimento uterino é liberado, desencadeando a menstruação. Durante a primeira metade da fase lútea, sua energia ainda pode estar alta, então continue a desfrutar das atividades que você realizou durante a ovulação e, em seguida, reduza sua intensidade conforme sua energia declina.

Lara Owen em Her Blood Is Gold ecoa este sentimento: “A TPM deveria realmente representar a Força Pré-Menstrual, porque isso é o que realmente é: nosso poder feminino voltado para si mesmo porque a cultura patriarcal falha em nutrir e honrar a realidade e os dons das mulheres. Quando esse poder é reconhecido e desenvolvido, fica claro que o que o pré-menstruo traz é clareza emocional e coragem. ”

 A lua afeta o fluxo de água em lagos e oceanos e, assim como a maré, os corpos das mulheres são um equilíbrio em constante mudança de hormônios e fluidos.

Lua Nova: Representa solidão, introspecção. No nosso ciclo – Menstruação. Esse é um bom momento para trazer novas ideias do que você quer para sua vida.
Lua Crescente: Realizar, início de projetos, começos. No nosso ciclo – Fase Lútea. Bom momento para colocar em prática a sua ideia.
Lua Cheia: Energia lá em cima, tudo intenso. No nosso ciclo – Ovulação. Aqui você pode visualizar tudo o que quer ver sendo realizado, pois a Lua Cheia intensifica nossa vibração.
Lua Minguante: Hora de limpar e soltar o que não beneficia. No nosso ciclo – TPM. Analise o que não deu muito certo na hora de colocar em prática a sua ideia inicial.
 

Isso quer dizer que cada fase da Lua tem uma representação de cada fase menstrual não que todas as mulheres vão menstruar na mesma lua. por isso é tão importante rastrear o seu próprio ciclo, entender qual é a fase em que você se encontra e quais energias estão disponíveis para você.

MANDALA DA LUA

Mandala é método circular e criativo de rastrear e compreender as nuances energéticas e psicoespirituais do ciclo menstrual.  Permite uma conexão através da sua criatividade e atenção, além de ser muito fácil de visualizar o que se repete ciclo após ciclo o que lhe propicia uma melhor gestão de si mesma de acordo com as nuances de cada fase.

De forma básica, consiste em anotar o que acontece com você durante seu ciclo menstrual e, com o tempo, acompanhar o que escreveu para encontrar padrões de sentimentos, pensamentos, sensações, ações e comportamentos.

COMO UTILIZAR A MANDALA LUNAR

Você pode criar seu próprio controle, uma legenda com aquilo o que considera importante anotar e é funcional pra você.

Você pode usar a legenda para identificar como está naquele dia e colorir o ciclo de acordo com a intensidade da menstruação, por exemplo. Pode colocar informações sobre seus estados emocionais, físicos e criativos, incluindo sono, energia, atividade física, libido, relações sexuais, humor, muco vaginal e qualquer sintoma ou característica que for importante acompanhar.

Mente: focada, produtiva, ativa, presente, dispersa, névoa mental, distraída, refletindo,
Emoção: pacífica, zangada, intuitiva, desapegada, melancólica, frustrada, forte, ansiosa, grata,
Física: vibrante, sensual, pesado, cansado, exausto baixa energia, drenada, ativa, forte, dolorida
Espírito: mudança, vigilância, isolamento, paz, volátil, ferida, errante, misteriosa, profunda

Perceber sinais como intestino preso ou solto, muita ou pouca fome, nível de ansiedade, cansaço, irritabilidade, libido, criatividade, seios e ventre inchados, oleosidade na pele e no cabelo… Também pode incluir sonhos e insights, e percepções de relacionamento.

A Mandala Lunar Menstrual é uma ferramenta de autoconhecimento com a qual você pode aprofundar sua conexão com os ciclos naturais e expandir sua prática de autoconsciência, colocar o Sagrado Feminino em prática. Cada mandala que desenhamos, corresponde ao retrato de registros internos (sentimentos, sensações, vontades) e externos (as fases da lua e do ciclo menstrual).

Comece a preencher no seu primeiro dia de ciclo (menstruação), de acordo com a fase da lua, e escreva dia 1.  

Quando nos conectamos com nossa natureza cíclica, temos a oportunidade de aprofundar em nossa sabedoria interior. É importante seguirmos as necessidades físicas e emocionais de cada fase do ciclo e suas nuances. Assim como a natureza tem períodos de expansão e contração, convivência e recolhimento, nós também temos.

Todo o ciclo menstrual é um processo alquímico em si mesmo, durante o qual toda mulher que sangra passa por uma transformação dentro de si mesma. Menstruar significa viver uma transmutação cíclica em que o passado é abandonado e o novo é abraçado. Experimentar essa transformação por meio de um ritual consciente nos desperta para nossa conexão com os ciclos que acontecem ao nosso redor e para nosso relacionamento com toda a vida. ”
– Lara Owen, o sangue dela é ouro: celebrando o poder da menstruação

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A SUA MANDALA LUNAR

São 3 opções pra você imprimir e colorir, usar sua criatividade, rastrear e conhecer seu ciclo.

você se fazer as seguinte perguntas ao preencher:

Eu achei fazer as coisas hoje fácil ou difícil?

  • Como eu me sinto
    • Cansada ou ativa?
    • confortável com o toque do outro? Confortável com pessoas perto de mim?
    • Sociável ou antisocial?
    • Sensual?
    • Muito crítica com o meu corpo e minha aparência?
    • Desejo por guloseimas?
    • irritável ou de bom humor?

Recursos para Mulheres trabalharem o Sagrado Feminino

Você deseja viver plenamente como a mulher apaixonada, espiritual, poderosa, amorosa, criativa e sensual que você sabe que realmente é?

Arquétipos das deusas:

AtenaÁrtemis Hera Perséfone AfroditeDeméterHéstia

Óleo De Copaíba: Propriedades Medicinais e Estéticas

Também conhecida como copaibeira e pau-de-óleo, a copaíba é uma árvore nativa da América Latina e da África Ocidental, muito predominante no Brasil nas regiões amazônicas. O seu nome científico é Copaifera langsdorffii. É uma planta de grande porte, podendo atingir até 40 metros de altura e quatro metros de diâmetro. A copaíba vive cerca de 400 anos, e a extração do óleo de copaíba é feita em árvores com mais de 100 anos sem prejudicá-las.

óleo de copaíba é extraído do tronco da árvore e é usado para fins medicinais nas indústria cosmética e farmacêutica. Pode ser encontrada em farmácias ou lojas de produtos naturais sob forma de cremes, loções, xampus, pomadas e sabonetes. No entanto, a copaíba é mais utilizada em forma de óleo.

Existem vários tipos de óleo de copaíba, sendo que a diferença entre eles está na concentração de princípios ativos, uma vez que os solos e os teores de umidade em cada lugar que a Copaífera multijuga é plantada é diferente, logo a composição da planta também será. A melhor espécie para o consumo é a Copaífera multijuga.

O óleo de Copaíba era bastante utilizado entre os índios brasileiros quando os portugueses chegaram ao Brasil. Tudo indica que o uso deste óleo veio da observação do comportamento de certos animais que, quando feridos, esfregavam-se nos troncos das copaibeiras. Os índios o utilizavam principalmente como cicatrizante e no umbigo de recém-nascidos para evitar o mal-dos-setes-dias.

COMPONENTE PRINCIPAL : BETA- CARYOFILENO (BCP)

O BCP é um canabinóide, assim como o CBD (CannaBiDiol) encontrado na maconha medicinal propiciando os mesmos benefícios medicinais mas sem o efeito psicoativo do THC (TetraHydroCannabinol) presente na maconha, que faz as pessoas se sentirem desorientadas, extremamente relaxadas e famintas.

Utilização

  • Aromaterapia,
  • Ingestão oral,
  • Uso tópico.

Para que serve o óleo de copaíba

óleo de copaíba foi apelidado de “bálsamo da Amazônia” devido às suas qualidades.

A copaíba possui propriedade anti-inflamatória, cicatrizante, antisséptica, antimicrobiana, antitumoral, diurética, laxante e hipotensora. Pode ser útil para:

  • Úlceras no estômago;
  • Caspa;
  • Estimula produção de colágeno,
  • Problemas respiratórios, como tosse, excesso de secreção e bronquite;
  • Gripes e resfriados;
  • Infecções urinárias;
  • Hemorroida;
  • Doenças inflamatórias articulares, como artrite;
  • Prisão de ventre;
  • Potencial antisséptico e antitetânico;
  • Expectorante: a aplicação de quatro gotas de óleo da copaíba misturado com mel ajuda na expectoração;
  • Ajuda a estancar hemorragias.
  • Infecções: fazer gargarejo com o óleo ajuda em inflamações de garganta e de amigdalite. Também é eficaz para infecções genitais e hemorroidas;
  • Antitumoral: capacidade de agir contra as células cancerígenas responsáveis pelo câncer de mama, de próstata e de cólon;

 Uma pesquisa preliminar observou que substâncias sintetizadas no laboratório a partir de componentes isolados do óleo de copaíba apresentaram resultados importantes contra nove linhagens de câncer e contra a tuberculose, inibindo ou matando células doentes. O estudo foi feito por pesquisadores do Instituto de Química (IQ) e do Centro de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

  • Combate reumatismo e dores musculares: fazer massagem com o óleo de copaíba ativa a circulação sanguínea, aliviando dores, reumatismo e inflamações. Também auxilia no tratamento de gota;

Aliado contra a tendinite: Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Sergipe observou que o uso do óleo de copaíba faz com que o tratamento da tendinite tenha resultados melhores. A pesquisa contou com cerca de 80 pacientes, dos 20 aos 40 anos, que foram divididos em três grupos de análise: o grupo controle, tratado com aplicação de ultrassom e exercícios, tratamento fisioterápico convencional; o grupo teste 1, tratado com aplicação de ultrassom com o óleo de copaíba e exercícios; e o grupo teste 2, tratado com massagem com óleo de copaíba e exercícios.

Os pesquisadores constataram que o grupo tratado com ultrassom somado ao óleo de copaíba e exercícios apresentou o melhor resultado (grupo teste 1), sugerindo que o óleo de copaíba aperfeiçoava os efeitos do tratamento.

  • Doenças de pele: por ser anti-inflamatório, quando aplicado sobre a região afetada, auxilia no tratamento de dermatites, urticárias, psoríase, acnes, herpes, feridas, pano branco, eczema, leishmaniose, picadas de insetos e picada de cobra;

Para tratar problemas de pele, uma pequena quantidade de óleo de copaíba deve ser aplicada sobre a região a ser tratada e massageada suavemente até que haja a absorção completa do óleo. É recomendado que esse procedimento seja feita pelo menos 3 vezes ao dia para garantir os melhores resultados. Outra opção de utilização do óleo de copaíba para problemas de pele e articulares é por meio do aquecimento de uma pequena quantidade de óleo, que, quando morno, deve ser passado sobre a área a ser tratada até 2 vezes por dia.

No caso de doenças respiratórias ou urinárias, por exemplo, pode ser recomendada o consumo de cápsulas de copaíba, sendo a dose diária máxima recomendada de 250 gramas por dia.

  • Aromaterapia: O óleo essencial de copaíba já é a muito tempo utilizado na aromaterapia para melhora do humor, além de ajudar a aliviar estresse e ansiedade.
    • Ao ser inalado, os agentes bioquímicos do óleo de copaíba equilibram os níveis de cortisol e permitem um relaxamento mais rápido.

Benefícios Estéticos

Na pele, pode auxiliar na eliminação e redução de cicatrizes, celulites e estrias. Se aplicado em regiões com marcas e manchas, o óleo de copaíba auxilia no clareamento quando misturado com outros óleos vegetais, como o de rosa mosqueta. É um óleo emoliente, auxiliando na hidratação e maciez da pele, além de regenerar o colágeno, melhorando a elasticidade da pele e deixando-a com aspecto firme e jovem.

Também é usado na odontologia, na formulação de material para obturações. A mistura com o óleo de copaíba evita irritações e a proliferação de bactérias.

Lembre-se que, para todas as aplicações, deve ser utilizado o óleo 100% natural e puro, livre de substâncias químicas nocivas à saúde.

Não aplique óleos essenciais puros. Sempre faça a diluição em um óleo vegetal carreador! 

Atente-se que o óleo vegetal e o óleo essencial são diferentes. Os óleos essenciais são substâncias concentradas e devem sempre ser diluídos. ( podendo ser em água, cremes, ou outro óleo vegetal antes de ser usado na pele ou cabelos neste último pode ser diluído no xampu.)

Estudos indicam que em muitos casos concentrações menores de óleos essenciais são mais eficazes, além da diminuição do risco de reações adversas.

Efeitos Colaterais e contraindicações

Precauções: deve ser utilizado com cautela, para evitar dermatites nas pessoas hipersensíveis.

Contraindicado em caso de gravidez ou lactação e em caso de problemas gástricos. É importante que a copaíba principalmente a ingestão seja utilizada conforme orientação do fitoterapeuta ou do médico, pois possui alguns efeitos colaterais quando não utilizada da forma correta, como por exemplo diarreia, vômito e erupções na pele. Alem disso em altas doses apresenta toxicidade.


Conecte-se com seu Eu Superior em 3 passos

O Eu Superior é a parte que sabe tudo da sua vida, sem divisão de passado, presente ou futuro. Na verdade, o Eu Superior contém toda sua sabedoria acumulada dessa e de outras existências.

Por isso, a conexão com ele é importante para te guiar a tomar as decisões que mais se alinhem com o seu propósito.

Conectar-se com seu Eu Superior, no entanto, envolve dedicação e disciplina. Quanto mais interiorizado(a) estiver, mais enriquecedor será o contato com a fonte direta do seu ser.

Assim, antes mesmo de se conectar com ele, é preciso que você alinhe suas energias, harmonize seus pensamentos para “limpar” o caminho.

Nos meus cursos, costumo ensinar os alunos a correrem energia durante a conexão com a Terra e o Universo. É uma das formas iniciais e práticas para começar a remover impurezas e emoções tóxicas no seu corpo.

Conexão diária

O contato com o Eu Superior não se resume apenas a uma mentalização energética. Este momento também é propício para você fazer perguntas a ele.

Pode ser para o seu dia ou ainda para obter alguma inspiração sobre como lidar com determinado assunto.

Quando não tem alinhamento, qualquer pergunta que fizer, poderá gerar insegurança se as mensagens que chegam são do ego ou do Eu Superior. Aliás, leia o texto sobre como identificar a superproteção do ego.

Quando você desenvolve sua intuição, assim como os seus canais intuitivos, não existe esse medo. Você então se familiariza com a maneira com quem as respostas vão chegar.

Por isso, trabalhar diariamente a intuição e se conectar com seu Eu Superior é de extrema importância.

Como chamar o Eu Superior

Você vai se acostumar facilmente a estabelecer essa conexão na sua rotina, desde que tenha comprometimento consigo mesmo.

Para atraí-lo para mais próximo de você, basta fazer atividades que te tragam leveza e te façam sorrir. Adquira o costume de identificar algo no seu dia para celebrar e realizar.

Se estiver passando por algum momento mais delicado, faça algo que possa elevar sua vibração. Algo que faça você se reconectar com sua essência.

Ele vai estar mais próximo de você, pronto para te passar as informações que desejar, desde que esteja na mesma faixa vibracional. Isso porque o Eu Superior não sabe se relacionar com o drama.

Os 3 passos para estabelecer uma conexão mais pura

1. Procure estar cada vez mais consciente da sua energia e do que está ressoando a cada instante. No dia a dia, seus padrões tendem a seguir o medo, a dúvida, a tristeza, a mágoa ou a gratidão, esperança e otimismo?

2. Observe o que pensa, sente e fala. Você está mais concentrado em julgar o que os outros estão fazendo ou na sua contribuição? Coloque-se no lugar das pessoas que te incomoda e mude suas percepções.

3. Seja íntegro consigo mesmo(a). Se disser que vai fazer algo, então faça. Respeite-se. Todos nós carregamos diversas identidades dentro de nós, de mãe, funcionário, amigo e etc. Decida a identidade central que quer assumir e se esforce por aprimorá-la.

Estes passos nada mais são do que etapas para a nossa reforma íntima. Se você sente que este é o seu momento, venha conosco acelerar essa transformação interior.

Conheça o curso que te ensina a utilizar a sabedoria do seu Eu Superior para desenvolver sua intuição e fazer limpezas akáshicas. O Self Healing: Autocura e Despertar da Intuição também é o primeiro módulo para quem deseja ser praticante em oferecer sessões de limpeza akáshica individuais e em grupo, o Global Healing.

Confira mais informações sobre  Self Healing: Autocura e Despertar da Intuição.

Pontos de Acupressão eficazes para Aliviar Dores nos Quadris

Além das pernas, os quadris são as partes mais importantes do corpo no quesito sustentação e movimentação, os que suportam peso, que fornecem apoio e nos permitem ficar de pé. O quadril deve fornecer uma grande amplitude de movimento para que possamos nos mover em todas as direções, e isso leva à dor, dor e rigidez dos quadris e da região lombar. 

6 pontos de acupressão para aliviar a dor no quadril

Na maioria dos casos, a dor no quadril e na região lombar é causada por uma lesão ou queda, qualquer condição médica crônica como artrite ou biomecanismo incorreto causado por problemas no alinhamento do pé, joelho ou pelve. Como quadris e pernas de uma estrutura complexa de ossos, músculos, articulações e ligamentos, a dor pode se espalhar rapidamente para outras partes do corpo. Aqui, mencionamos 6 pontos de acupuntura para curar a dor na região do quadril.

VB 29

VB29 ou vesícula biliar 29 é um ponto de acupuntura local para aliviar a dor no quadril. Também é conhecido como Buraco Ósseo Agachado e está localizado na região do quadril, no centro da linha que liga o grande trocanter do fêmur e a coluna ilíaca anterior. Administrar a pressão nesse ponto é útil no tratamento de inflamação na articulação do quadril, ciática, entorse muscular, fraqueza e dormência dos quadris. Além disso, este ponto também ajuda no tratamento de dores no ombro, espasmos nas coxas e dores abdominais inferiores.

GB 29 ponto de acupuntura

VB30

O VB30 ou a vesícula biliar 30 também é conhecido como o ponto Jumping Round, outro ponto de acupuntura local para alívio da dor no quadril. Este é o ponto de cruzamento dos meridianos da vesícula biliar e da bexiga urinária. Esse ponto pode ser localizado movendo três quartos dos músculos glúteos a partir do meio do sacro. Está localizado entre o sacro e o trocânter maior. Estimular esse ponto nos dois quadris ajuda a aliviar a dor nas nádegas, útil para ciática, dor lombar, inflamação das articulações do quadril, dores musculares e espasmos. Também ajuda no alívio da dor nas pernas, dor lombar e hemiplegia.

Ponto de acupuntura GB30

VB31 (FENGSHI)

O VB31 ou vesícula biliar 31 é um importante ponto de acupuntura localizado nas coxas, útil para aliviar a dor na parte superior da perna e no quadril. Pode ser encontrado no lado da coxa, a meio caminho entre o osso ilíaco e o joelho. Estimular esse ponto nas duas coxas pode ajudar a equilibrar o qi da perna e aliviar a dor no quadril causada pela ciática e fraqueza e dormência dos quadris. Também é útil para aliviar distúrbios da pele , problemas nos músculos das pernas, sintomas pós-AVC nos membros inferiores e problemas no ouvido.

Ponto de acupuntura GB31

VB34

VB34 ou vesícula biliar 34 é outro ponto de acupressão da perna que é extremamente benéfico para aliviar a dor no quadril. É também chamado de Monte Yang e está localizado na lateral da perna, logo abaixo do joelho, ligeiramente à frente da ponta do osso externo da perna. Aplicar pressão no ponto em ambas as pernas estimula o qi da perna, fortalece os músculos fracos do quadril e reduz a dor causada pela ciática e pela inflamação da articulação do quadril. Este ponto também é útil no tratamento de dores no ombro , náusea e vômito, icterícia e dor no joelho.

Ponto de acupuntura GB34

B28

B28 ou Bexiga 28 é um ponto de acupuntura local para dor no quadril, localizado a dois cantos dos dois lados da coluna vertebral, no nível da quinta vértebra lombar. Este ponto de acupuntura também é conhecido como Shu da Bexiga e é útil para aliviar dores nas costas e quadril sacrais e ciática. Este ponto também ajuda no tratamento de distúrbios digestivos, como constipação e diarreia, dores nas pernas e rigidez na região lombar.

Ponto de acupuntura B28

B48

B48 ou Bexiga 48 é um ponto de acupressão local para dor no quadril. Em alguns gráficos de meridianos, esse ponto pode ser numerado como B54. Esse ponto também é conhecido como Vitais da Bexiga e está localizado a três cantos ao lado do sacro, bem no meio dos músculos glúteos das nádegas. Este ponto pode ser muito sensível durante a dor no quadril, portanto, estimule-o com cuidado. Este ponto é útil para aliviar a dor nas nádegas e na região sacral. Também é útil no tratamento de diabetes , diarréia e ciática.

Pontos Sacrais

Experimente estimular esses pontos de acupuntura com pressão firme mas moderada de modo que não machuque. Mantenha por 2 a 3 minutos. Sinta quais pontos funcionam melhor para você.


interconexão

Pontos de Acupressão Para Aliviar Dores Nas costas

Dor nas costas é um problema comum enfrentado por quase todos nós. Mas, felizmente, na maioria dos casos, é um problema temporário causado por esforço excessivo ou alguma atividade extenuante. Mas para outros, pode ser um problema duradouro, uma dor crônica, causado por hérnia de disco, artrite ou curvatura anormal das costas. Qualquer que seja o motivo físico ou emocional; esses pontos de acupuntura podem fornecer alívio para dores nas costas.

De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa:

Problemas na região lombar estão ligados à condição dos rins;

Meio das costas está associada com o sistema digestivo, regidos pelos meridianos do estômago, baço, fígado e vesícula biliar;

A parte superior das costas está relacionada à função do coração (sistema cardiovascular) e pulmões (sistema respiratório).

Pontos de acupressão para aliviar dores nas costas

 Acuponto Shu Fu

R27 ou k27 ( Rins ou kidney 27)

Na medicina tradicional chinesa, o meridiano do rim armazena energia curativa e, portanto, governa o sistema imunológico. Este é um ponto importante que todos devem conhecer. O ponto de acupressão R 27 aumenta imunidade, equilibra a glândula tireoide e alivia a congestão no peito, ansiedade, espasmos na garganta, fadiga crônica, fibromialgia e dores nas costas. R 27 abre sua capacidade de respirar profundamente, o que é essencial para liberar as endorfinas, os neuroquímicos que aliviam a dor. Os pontos R 27 no peito são calmantes e fáceis de encontrar e usar.

K 27 (kidney 27)é o ponto de saída do Meridiano do Rim. Esses potentes pontos de acupressão estão localizados nos dois lados do peito, embaixo da clavícula.  Cruze as mãos sobre o coração, usando os dedos direitos para pressionar o lado esquerdo e a mão esquerda pressionando o lado direito,ou faça só de um lado. Use pressão suficiente para conectar-se à tensão sem machucar. Mantenha por 2 a 3 minutos enquanto respira lenta e profundamente. 

B23

O ponto de acupuntura B23 ou Bexiga 23 também é conhecido como o rim Shu e este é um dos pontos vitais da acupressão na dor lombar. Esse ponto pode ser encontrado na linha interna da bexiga, no meio da cintura, o ponto intermediário entre a caixa torácica e o osso do quadril, na borda interna do grupo muscular chamado eretor da espinha. Estimular esse ponto de acupuntura proporciona alívio duradouro da dor lombar, reduzindo a tensão muscular. Também é útil para tratar todos os problemas relacionados aos rins, problemas sexuais masculinos e femininos, dor de ouvido e infecções de ouvido , tosse e asma.

Bexiga 23

B47

B47 ou Bexiga 47 é outro ponto significativo para tratamentos de acupuntura para dores lombares. Este ponto também é numerado como B52 em alguns gráficos de meridianos. Esse ponto pode ser encontrado na linha externa da bexiga, bem no meio da cintura, na outra extremidade do grupo muscular eretor. Estimular esse ponto ajuda a aliviar a tensão nos músculos quadrados lombares, que por sua vez reduz a dor lombar. É também um ponto de pressão útil para o tratamento de depressão e ansiedade , problemas respiratórios, vômitos e diarreia.

bexiga 47

B18

B18 ou Bexiga 18 é um importante ponto de acupuntura na parte superior das costas, útil para aliviar a dor nas costas que irradia para a parte superior do corpo. Esse ponto também é conhecido como Shu do Fígado e está localizado na linha interna da bexiga, dois pontos abaixo do ângulo inferior da escápula, na borda interna do músculo eretor da espinha. Esse ponto funciona efetivamente no alívio de espasmos musculares nas armadilhas inferiores e no grupo muscular presente nas espinhas eretoras. Este também é o ponto principal de todas as condições relacionadas ao fígado, como icterícia, hepatite, cirrose, etc. É útil no tratamento de distúrbios oculares , depressão, irritabilidade e náusea.

Ponto de acupressão da bexiga 18

B54

O ponto de acupressão B54 ou Bexiga 54 também é numerado B40 em alguns gráficos de meridianos. Esse ponto está localizado no meio do vinco na parte de trás do joelho. Estimular esse ponto nas duas pernas ajuda a aliviar a rigidez e a dor lombar causada por hérnia de disco e ciática. Também é útil para controlar espasmos musculares, dores e rigidez nos joelhos , dores nas pernas, problemas de pele e condições de calor, como insolação e exaustão pelo calor.

Bexiga 54

B60

B60 ou Bexiga 60 é um ponto de acupressão da perna para dor lombar localizado no ponto médio entre o tendão de Aquiles e o tornozelo externo. A aplicação de pressão nesse ponto nas duas pernas ajuda a aliviar a rigidez e a dor nas costas e na parte superior das costas. Também é benéfico para o tratamento de dores no pescoço, inchaços e dores nos calcanhares, dores de cabeça e tonturas. Este ponto também pode induzir trabalho de parto; portanto, as mulheres grávidas não devem estimular esse ponto .

Ponto de acupressão da bexiga 60

GV4

GV4 ou VG4 é o vaso governador 4 e é outro importante ponto de acupuntura para dor lombar que pode ser encontrado entre as vértebras na cintura no mesmo nível do ponto de acupuntura Bexiga 23. Esse ponto também é conhecido como Life Gate e é mais eficaz no alívio dor nas costas lombar. Também é usado para tratar fraqueza dos joelhos, problemas sexuais masculinos, diarreia, fadiga crônica, estresse, dor de ouvido e epilepsia.

Ponto de acupressão GV4

CV 6 – Qi Hai

O ponto CV 6, Vaso da concepção que também é chamado de ponto do Mar de Energia,é um ponto que é profundo e tem um impacto poderoso. É comumente usado para tratar dores nas costas. A pressão nesse ponto proporciona alívio a longo prazo da dor lombar, fortalecendo os músculos na parte inferior do corpo entre a cintura e o quadril. Este ponto é FANTÁSTICO para fortalecer alguém após cirurgia, parto ou quimioterapia. Também fortalece a função da digestão, menstruação e fertilidade. Os acupunturistas geralmente complementam o tratamento do navio de concepção 6 com moxa.Nome chinês:  Qi HaiO ponto CV 6, Vaso da concepção que também é chamado de ponto do Mar de Energia,é um ponto que é profundo e tem um impacto poderoso. É comumente usado para tratar dores nas costas. A pressão nesse ponto proporciona alívio a longo prazo da dor lombar, fortalecendo os músculos na parte inferior do corpo entre a cintura e o quadril. Este ponto é FANTÁSTICO para fortalecer alguém após cirurgia, parto ou quimioterapia. Também fortalece a função da digestão, menstruação e fertilidade. Os acupunturistas geralmente complementam o tratamento do navio de concepção 6 com moxa.

Este ponto de acupressão (CV6) está localizado 2 dedos abaixo do umbigo. Aplique pressão firme com o dedo indicador ou médio.(Contra-indicado na gravidez)

Tente usar esses pontos de acupuntura para aliviar dores nos quadris e nas costas e use-os para seus entes queridos, para proporcionar um alívio profundo e duradouro de uma maneira natural e holística.


G’ @interconexão